A DEPRESSÃO E O APOIO DA FAMÍLIA

Existe um “projeto diabólico” para destruir a família, adverte autoridade  vaticana

FORMAS DE APOIAR UM MEMBRO DEPRIMIDO DA FAMÍLIA 

  • Tente manter um relacionamento o mais normal possível
  • Reconheça que a pessoa está sofrendo
  • Não espere simplesmente que a pessoa “melhore repentinamente”
  • Envie esforços para que a pessoa decida se tratar e melhorar
  • Demonstre afeição, ofereça palavras reconfortantes e faça elogios
  • Mostre que você respeita e valoriza a pessoa
  • Ajude a pessoa a manter-se ocupada, um membro ativo da família
  • Não critique, atormente ou censure a pessoa por seu comportamento deprimido
  • Não diga ou faça qualquer coisa que, em sua opinião, poderia piorar a imagem pouco satisfatória que a pessoa já tem de si mesma.
  • Leve a sério qualquer conversa sobre suicídio e notifique o fato imediatamente ao médico ou ao profissional responsável.

E se a pessoa não quiser ajuda?

Tranquilize as pessoas de quem você gosta dizendo que ter depressão não é um sinal de “fraqueza”. Saliente que a depressão é uma doença que requer tratamento, como a pneumonia ou a artrite, e que procurar um tratamento para uma doença não é motivo para se envergonhar.